MOVIMENTO AMOROSO

O movimento amoroso mais além dos pais

O movimento amoroso em relação aos nossos pais e a sua reverência, conseguem-se quando ao mesmo tempo se dirigem para além deles. Vivenciamos essa reverência, quando a alcançamos, como a aprovação da nossa origem e das suas consequências e como a realização mais completa do nosso destino. Quem alcança o movimento e a reverência neste sentido pleno, pode também estar direito e com dignidade como filho ao lado dos seus pais, como que à mesma altura que eles, nem demasiado acima nem demasiado abaixo.

 

Bert Hellinger, In Felicidad que Permanece. Lo esencial de las constelaciones familiares. Editorial Ridgen Institut Gestalt. Traduzido do castelhano por Eva Jacinto.

Piet Mondrian Red Tree 1908

Piet Mondrian. Red Tree, 1908.

 

Tagged , ,
%d bloggers like this: